Título de capitalização para aluguel: tudo que os futuros inquilinos precisam saber

Vai alugar um imóvel? Saiba como funciona o título de capitalização para aluguel e se esta é a modalidade de caução ideal para você.

Independente do motivo que tenho levado você a tomar decisão de alugar um imóvel, imagino que já esteja tendo que lidar com a ansiedade, alegrias e dificuldades que fazem parte desse momento, não é mesmo?

Afinal, existem algumas etapas simples nessa jornada até a mudança para o novo imóvel, mas também tem aquelas situações que, não raras as vezes, te fazem perder a cabeça.

Logo de início, você já se depara com as diferentes (e muitas!) exigências que os proprietários e imobiliárias fazem aos futuros inquilinos. Pode ser frustrante às vezes, mas infelizmente faz parte desse tipo negociação.

Por ora, abordaremos aqui sobre a exigência de se apresentar uma caução (ou garantia locatícia) ao proprietário e em como o título de capitalização pode ser um facilitador neste momento.

Continue lendo o artigo, saiba como funciona o título de capitalização para aluguel e veja se essa é a modalidade de caução mais adequada para você.

O que é o título de capitalização para aluguel?

O que é o título de capitalização aluguel?

Me responda, quando o assunto é ‘título de capitalização’, qual a primeira coisa que vem a sua mente?

Provavelmente, aqueles milhares de reais em prêmios das propagandas dos bancos (PIC, OuroCap, Pé Quente, etc), ou podem ser os sorteios que acontecem no canal do apresentador mais famoso da televisão brasileira, Sílvio Santos (Má oêêê!).

De fato, o título de capitalização é um pouco de tudo isso mesmo. Ele é um mecanismo utilizado por muitas empresas para a realização de promoções e premiações das mais diversas.

E o que a locação de imóveis tem a ver com isso?

Não faz muito tempo, foram criados produtos específicos para que os títulos de capitalização pudessem ser utilizados como caução em contratos de locação de imóveis conforme previsto na Lei 8.245/91, a chamada ‘Lei do Inquilinato’.

Geralmente, esses produtos são comercializados com o nome de título de capitalização para locação de imóvel ou título de capitalização para aluguel de imóvel, ou simplesmente capitalização para aluguel.

Funciona assim, caso você fique inadimplente, o proprietário poderá solicitar o resgate do título de capitalização que você contratou e utilizar o valor para quitar os débitos não pagos.

Entretanto, com o término do contrato de locação, cumprindo com todas as suas obrigações enquanto inquilino, você poderá ter 100% da reserva de capitalização de volta em valores atualizados.

Quanto custa o título de capitalização para aluguel?

O custo varia conforme o valor da caução negociada com o proprietário, mas normalmente é exigida a contratação de um título de capitalização no valor de 6 a 12 vezes o aluguel mensal (encargos, somente em alguns casos).

Por exemplo, para um imóvel no valor de 1.000 reais onde a exigência é uma caução de 6 vezes o valor do aluguel, você precisará contratar um título de capitalização no valor de 6.000 reais.

Espera aí! Nesse momento você poderia estar pensando…

- Título de Capitalização é furada! E nesse valor, pior ainda!
- Esse valor não tá muito alto para quem vai apenas alugar um imóvel?
- Se eu tivesse esse dinheiro todo, daria a entrada na minha casa própria!

Não desanime, no seu caso, o título de capitalização para aluguel ainda pode ser ou não a melhor opção. Continue lendo o artigo e você verá que ainda existem outros pontos a serem considerados antes de você descartar essa opção.

Da contratação aos benefícios: as vantagens do título de capitalização para aluguel

Vantagens da capitalização para aluguel

Se comparado com as demais modalidades de garantia locatícia, o título de capitalização apresenta algumas vantagens. Para que você entenda melhor, listamos 8 vantagens que julgamos serem as mais importantes.

1. Não depender de um fiador para alugar. É isso mesmo! O título de capitalização substitui a figura do fiador e você não dependerá daquele favorzinho do seu parente ou amigo.

2. Serve para qualquer tipo de imóvel: É possível utilizá-lo como caução na locação de imóveis residenciais, comerciais, galpões, terrenos, prédios, etc.

3. Não será necessário comprovar renda para contratá-lo, nem mesmo se submeter a qualquer tipo de análise de crédito ou cadastro. Inclusive, restrições financeiras não será impedimento para a contratação.

4. A contratação é rápida e simplificada, pois você precisará assinar apenas uma proposta e efetuar o pagamento de um único boleto, que são gerados com dados cadastrais básicos dos envolvidas na locação.

5. A renovação é automática, ou melhor, a reaplicação é feita de forma automática até o final do contrato de locação. Não sendo necessário que você envie uma nova proposta, nem mesmo que desembolse qualquer valor.

6. Seu dinheiro de volta no final: Como a maioria dos títulos de capitalização, o de locação também prevê a devolução do valor referente a reserva de capitalização ao final da vigência.

7. Participação em sorteios: Dependendo da empresa que escolher, você terá direito a participar de sorteios semanais ou mensais concorrendo a prêmios em dinheiro.

8. Assistência residencial gratuita: As empresas de capitalização também oferecem gratuitamente serviços que podem ser acionados para realizar reparos emergenciais no imóvel que você irá alugar: chaveiro, eletricista, encanador, entre outros.

Desvantagens: por que o título de capitalização pode não ser a melhor opção?

Desvantagens da capitalização para aluguel

Seja pela sua natureza (título de capitalização) ou como se dá a contratação (pagamento à vista), determinadas características dessa modalidade de caução a tornam desvantajosa em alguns casos. Veja quais são:

1. É preciso pagar à vista, pois na capitalização para aluguel o título é do tipo PU (Pagamento Único), ou seja, paga-se o valor à vista no momento da contratação.

2. O proprietário é quem estipula o valor da caução, ainda assim, é possível negociar o valor da caução. O importante é chegar a um consenso para que todos os envolvidos fiquem satisfeitos com o valor acordado.

3. O rendimento não é satisfatório, desta forma, não espere rendimentos superiores aos investimentos tradicionais, o valor da reserva de capitalização é atualizado conforme a TR (Taxa Referencial) e os juros da poupança.

4. Tem desconto se resgatar antes do prazo: O título de capitalização é formatado para que você só o resgate ao final da vigência. Desta forma, se você ou o proprietário solicitar o resgate antecipado, o valor sofrerá um desconto.

Vantagens e desvantagens para os proprietários e imobiliárias

Proprietários e imobiliárias: vantagens e desvantagens

Se você entender que essa é a melhor opção e o proprietário ou imobiliária ainda não trabalhar com esse tipo de caução, será preciso ter os argumentos certos para convencê-los. Então, vamos a eles:

O proprietário terá a proteção que precisa para alugar o imóvel sem riscos, podendo estipular o valor de caução que julgar necessário. No caso de inadimplência da sua parte, ele poderá solicitar o resgate do título de capitalização.

Para a imobiliária, o processo de locação será simplificado, já que não precisará solicitar análise de crédito ou cadastro, otimizando o tempo dos funcionários e ainda economizando dinheiro.

E agora, vamos à contratação.

Tudo o que você precisa saber para contratar o título de capitalização para aluguel

Como contratar o título de capitalização para aluguel

De acordo com a abordagem do proprietário ou imobiliária que administra o imóvel que você pretende alugar, a contratação poderá acontecer de 2 formas:

1. Quando o corretor de seguros é indicado pelo proprietário ou imobiliária

Principalmente quando o aluguel for feito por intermédio de uma imobiliária ou administradora de imóveis, poderá ser exigido que você contrate o título através de um corretor de seguros que eles indicarem.

Quando isso acontece, é comum também a imobiliária já indicar a empresa de capitalização parceira que fará a emissão do título. Mas não se preocupe! Isso não lhe trará ônus nenhum e poderá agilizar ainda mais a locação do imóvel.

2. Quando você escolhe o corretor de seguros e a empresa de capitalização

Quando a locação é feita diretamente com o proprietário, normalmente eles abrem mão da escolha do corretor de seguros e você precisará procurar um por conta própria.

Algumas imobiliárias também procedem dessa forma, muitas vezes, pedindo apenas que você contrate com as empresas de capitalização que eles já estão acostumados a trabalhar.

Prazos de vigência dos títulos de capitalização para aluguel: faça a escolha certa!

Os prazos de vigência variam entre as diversas empresas de capitalização, mas as principais comercializam títulos com vigências de 12 ou 15 meses.

Neste momento, é importante que você escolha o prazo que vá coincidir com o final do contrato de locação ou aquele que fique mais próximo da data prevista para sua saída do imóvel.

Quando falarmos do resgate, você verá que fazer a escolha certa neste momento fará toda a diferença para não perder dinheiro com os descontos aplicados nos resgates antecipados.

Existe um valor mínimo para contratação

É sempre bom pesquisar, mas o valor mínimo para emissão do título de capitalização para aluguel é 2.000 reais na maioria das empresas, ou seja, o valor da caução terá que ser igual ou maior que esse valor mínimo estipulado.

A contratação pode ser feita por um terceiro: a solução para quem não dispõe do valor

Você entendeu que o título de capitalização para aluguel é a melhor opção, mas não tem o dinheiro suficiente para arcar com a caução exigida pelo proprietário ou imobiliária?

Se este for o seu caso, você poderá pedir ajuda de um terceiro. É ele quem será o contratante do título de capitalização e também quem terá o direito a participar dos sorteios.

O facilitador neste caso, é que o terceiro não precisará colocar o patrimônio ou renda em risco por sua causa, apenas, é claro, o valor referente ao título de capitalização contratado.

Conheça as principais empresas do segmento de capitalização para locação de imóveis

Podemos dizer que a pioneira no segmento de capitalização para locação de imóveis foi a SulAmérica com o Garantia de Aluguel. Posteriormente, a seguradora Porto Seguro criou o produto PortoCap Aluguel.

Atualmente, essas continuam sendo as empresas mais procuradas, mas existem outras que também comercializam o título de capitalização para aluguel de imóvel:

  • Mapfre com o Garantia Fiador
  • BrasilCap com o CapFiador
  • Icatu com o Fiador Fácil

Sorteios e premiações: a cereja do bolo do título de capitalização para aluguel

Como funcionam os sorteios e as premiações

Como já falamos anteriormente, uma das vantagens de se contratar o título de capitalização é poder participar de sorteios concorrendo a prêmios em dinheiro.

Os valores dos prêmios e a quantidade de sorteios variam, mas normalmente as empresas se baseiam em múltiplos do valor do título de capitalização contratado para estipular o prêmio a ser sorteado.

Por exemplo, um sorteio semanal com prêmio de uma vez o valor do título, ou ainda, dois sorteios mensais com prêmios de duas vezes o valor do título.

Para você receber o prêmio, o número do título deverá ser sorteado conforme combinação dos números da Loteria Federal.

As regras de participação nos sorteios são estabelecidas por contrato, que você terá acesso no momento da contratação do título.

Como e quando solicitar o resgate: o seu dinheiro de volta!

Resgate do título de capitalização para aluguel

O resgate poderá ser solicitado a qualquer momento, mas é preciso cumprir um prazo mínimo, que normalmente é de 1 mês contado a partir da contratação.

Porém, tanto você, enquanto inquilino, como o proprietário precisa estar atento às condições mínimas necessárias para o resgate.

Inquilino

Seja no decorrer como ao final da vigência do título, será necessária que você tenha a autorização do proprietário liberando a caução. Isso só acontecerá com o fim do contrato de locação ou caso título de capitalização seja substituído por outra garantia.

Proprietário

Só poderá resgatar o título de capitalização se comprovar que você descumpriu com uma ou mais cláusulas estabelecidas no contrato de locação, ou seja, se você ficar inadimplente com o aluguel ou encargos, deixar danos no imóvel, etc.

Resgate antecipado: veja quais são os descontos e os cuidados que você deve ter

Caso o resgate seja feito antes do término da vigência do título você ou o proprietário não receberá os 100% da reserva de capitalização.

O valor a ser resgatado obedecerá a uma tabela que normalmente varia entre 88% no início até 100% da reserva de capitalização no final da vigência nos títulos de capitalização de 12 meses, por exemplo.

Uma dica importante!

Como a reaplicação é automática, caso o aniversário do título de capitalização esteja próximo e você já tenha planejado sair imóvel, é importante solicitar junto a empresa de capitalização que o título não seja reaplicado.

Fazendo isso, a Tabela de Resgate não começará a contar do início e você receberá os 100% do valor da reserva de capitalização quando solicitar o resgate no momento em que o contrato de locação terminar.

O que é a reserva de capitalização?

Quando você contrata um título de capitalização, podemos dizer que o valor pago por ele é dividido em 3 partes.

A primeira e maior parte é a reserva de capitalização. Asegunda parte é destinada aos sorteios e premiações. E a terceira e última parte, é para cobrir as despesas de administração, operação e comercialização da empresa de capitalização.

E por que você precisa saber disso?

Como pudemos observar, o valor da reserva de capitalização não será igual ao valor pago pelo título de capitalização. Então, é preciso ficar atento para não perder dinheiro, pois quanto menor o for o percentual destinado a reserva de capitalização, menor poderá ser o valor resgatado no final.

Para que você tenha uma ideia, verificamos os percentuais destinados a reserva de capitalização na SulAmérica e na Porto Seguro, que foram as duas empresas que citamos acima: 94,191% no título de 12 meses e 92,791% no de 15 meses.

Ainda assim é um bom negócio?

Sim, pois podemos considerar que, apesar do pouco rendimento, no final de 12 ou 15 meses, você poderá ter recuperado o valor descontado e chegado aos 100% do valor que desembolsou.

No momento do resgate, o valor da reserva de capitalização será atualizado conforme a média daTR (Taxa Referencial) e o juros da poupança dos últimos 12 meses.

Conclusão: é a melhor opção para mim?

Conclusão: É a melhor opção para mim?

Se comparado com outras modalidades de caução, o título de capitalização para aluguel apresenta algumas vantagens que podem facilitar e muito a sua vida na hora de alugar um imóvel.

A possibilidade de resgatar o valor desembolsado na contratação ao final da locação pode ser um incentivo e tanto, assim como a participação em sorteios.

No entanto, é preciso levar em conta as situações em que ele não é tão vantajoso. O valor de caução exigido pelo proprietário ou imobiliária, por exemplo, pode ser um banho de água fria naqueles que não dispõem do dinheiro.

Se você não quer depender ou não tem um fiador, ou ainda não quer ter que arcar com um valor que não lhe será devolvido, essa com certeza é uma opção a ser considerada.

Antes de tomar a sua decisão final, avalie também outras modalidades de garantia locatícia. No seguro fiança locatícia, por exemplo, existe a facilidade de o pagamento poder ser feito de forma parcelada.

Por último, não deixe de ver o comparativo entre o seguro fiança locatícia e o título de capitalização para aluguel que fizemos em formato de infográfico.

Ainda tem alguma dúvida ou não encontrou a informação que procurava? Deixe a sua mensagem ou pergunta no espaço de comentários logo abaixo.

Olá,

O que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários.
  • walmir

    Otima explicação….

  • Anderson Ojope

    Obrigado pelo feedback, Willian! 🙂

  • Willian Limeira Pinto

    Parabéns pela matéria, me tirou grandes duvidas em questão de alugar um imóvel.

  • Anderson Ojope

    Muito obrigado pelo feedback Luian!

    Ficamos felizes em saber disso! 🙂

  • Luian Martins

    Muuuuuuuito obrigado pelo texto! Me ajudou bastante!

  • Anderson Ojope

    Olá. Alessandra!

    Sim, a maioria das imobiliárias e proprietários calcula o valor da garantia se baseando em múltiplos do valor do aluguel, incluindo ou não encargos como água, luz, etc. Existe também um benefício das empresas de capitalização para os proprietários/imobiliárias que só é oferecido para os contratos com título de capitalização igual ou superior a 6x o valor do aluguel. É a assistência jurídica caso precise entrar em com uma ação de despejo.

    Baseado na análise do seu perfil como inquilina a imobiliária pode sim aumentar ou diminuir o valor da garantia (não existe regra, é negociação). O que não é comum é, uma vez acordado o título de capitalização (x o valor do aluguel), aumentá-lo.

  • Alessandra de Oliveira

    Olá, Anderson.

    É normal além de calcular o valor do título se baseando no valor do aluguel, acrescentar um valor base para água e luz? E é normal a imobiliária informar que será baseado em um número x de aluguéis e ao solicitar o boleto dizer que aumentou o número de aluguéis para fazer o título?
    Muito obrigada.

  • Rogério Sthel Martins

    Muito obrigado Anderson! Deus lhe pague pela luz que me deu. Shalom!

  • Anderson Ojope

    Olá, Rogério!

    Sim. Não existe nenhum tipo de restrição quanto a isso. No entanto, o prazo mínimo de título de capitalização para aluguel que o mercado comercializa é de 12 meses. Para você, nenhum problema. Agora, caso o inquilino queira resgatar o valor logo após o fim dos terceiro mês, perderá parte do valor desembolsado, pois existe a tabela de resgate que normalmente começa em 89% e vai até 100% do valor da reserva ao final da vigência (12 meses, nesse caso).

  • Rogério Sthel Martins

    Boa tarde Anderson! Meu nome é Rogério, e sou proprietário de imóvel. Eu posso fazer um contrato de locação com a inquilina de 3 meses, com um título de capitalização de 12 meses?

  • Anderson Ojope

    Olá, Alex!

    O Título de Capitalização para Aluguel é uma garantia ou reserva que o proprietário poderá resgatar no caso de você ficar inadimplente, sendo assim, o aluguel e demais encargos ainda precisarão ser pagos normalmente.

  • Alex Araujo

    Ola, boa noite.
    Tenho uma dúvida, no qual é simples.
    Se eu contratar o Garantia de Aluguel da Sulamerica pelo Pagamento único com duração de 12 meses, neste tempo eu ainda terei que pegar o aluguel ou o Título cobre essas despesas. Desde já agradeço

  • Anderson Ojope

    Olá, Xuan!

    Segundo o CDC – Código de Defesa do Consumidor, você pode desistir de uma compra no prazo de até 7 dias corridos. Nesse caso, 100% do valor pago pelo produto deve ser restituído.

    Se passado esse prazo de 7 dias corridos, vale a regra de resgate do Título de Capitalização, independente da assinatura ou não do contrato de locação.

    O ideia é realizar o pagamento boleto de contratação do Título de Capitalização no dia ou no momento da assinatura do contrato de locação.

  • Xuan Cheng Lai

    Caso o titulo de capitalização já foi pago, mas o proprietário desiste de alugar o imóvel antes de assinar o contrato, é possível resgatar o valor pago? Devo pagar somente depois de ter o contrato assinado?

  • Moreno Souza

    QUE MERDA, vc nao recebe tudo na verdade, UMA BOSTA NUM PAIS DE IDIOTAS MESMO, so corretor gosta, ganha a comissao e da no pe…foda-se o mundo…a merda da justica q tinha q funcionar , juizes ganham no minimo 40mil mes, AS CAUSAS DELES VAO RAPIDO, AS NOSSAS A GENTE MORRE PRIMEIRO, PAIS DE TROUXAS , trabalham se quiser kkk…Bolsonaro2018

  • Anderson Ojope

    Obrigado pelo feedback, Marcel!

    Bom saber que estamos no caminho certo. 🙂

  • Marcel Souza

    Raramente encontramos um texto tão didático e profundo em blogs, principalmente se tratando de finanças. Parabéns por toda a explicação não deixando nenhuma lacuna para dúbias interpretações. Perfeito!

  • Anderson Ojope

    Em relação ao custo, não varia. O que você precisa levar em conta é a tabela de resgate que varia de uma empresa para outra dependendo da vigência também do título (12, 15, 30 meses, etc.)

  • Paulo Sérgio

    Ah, entendi! Obrigado! Você tem alguma recomendação desse tipo de capitalização?

  • Anderson Ojope

    Olá, Paulo! Obrigado pelo feedback! 🙂

    O cálculo do resgate é baseado no valor da reserva de capitalização. No caso da Caixa, é o mesmo que o valor da garantia, de acordo com o site: https://lojaonline.caixaseguradora.com.br/Paginas/CapAluguel.aspx.

    No seu caso, seriam os R$7.200 + correções, desde que o resgate seja final da vigência do título de capitalização.

  • Paulo Sérgio

    Olá, Anderson. Parabéns pelo site! Me esclarece uma dúvida. Fiz a simulação no site da Caixa referente ao Cap Aluguel. No cálculo seguinte: 1200 (aluguel) x 6 meses (solicitação do proprietário) = 7200. Nessas condições, o título da Cap Aluguel fica por 7588 (com o valor do título). No caso, quando eu for resgatar o dinheiro, receberei 7200 + correções ou 7588 + correções?

  • Anderson Ojope

    Oi, Anderson! Boa noite!

    Com relação a quantidade de títulos, não existe uma regra, contanto que o valor total dos corresponda ao valor da garantia exigida pelo proprietário.

    Na situação que você citou, no caso de inadimplência da sua parte (inquilino) e o proprietário resgate somente o valor correspondente a 2 aluguéis…

    O proprietário poderá pedir a devolução do imóvel e o fim da locação, uma vez que houve quebra de contrato. Caso você faça um acordo para continuar no imóvel, será preciso repor o valor da garantia, ou seja, o título de capitalização não poderá ser utilizado como uma reserva para o caso de aperto.

  • Anderson Fernandes Portella

    Boa tarde Anderson!
    Tenho uma dúvida. Se eu pago um aluguel de R$1.000,00 e acordar com o proprietário de fazer o título de capitalização de seis meses o valor do aluguel é possível fazer três títulos de R$2.000,00, para, caso aja inadimplência da minha parte e o proprietário podendo sacar o título a partir do segundo mês consecutivo, o proprietário já saque o valor correspondente? E ainda assim continuar no imóvel? O valor que fica no título pode ser usado para ir abatendo meses que for ficando sem pagar?

  • cezar figueiredo

    Grato. Bastante esclarecedora a informação.

  • Anderson Ojope

    Olá Cezar!

    O ideal é que a partir do segundo aluguel vencido e não pago o proprietário já solicite o resgate do título, o que pode ser feito por meio da apresentação dos boletos em aberto e não depende da ação do despejo.

    A partir do resgate, o proprietário se torna fiel depositário do valor. Feito o acordo, judicialmente ou extra-judicialmente, e com a entrega do imóvel, dependendo do valor da garantia, o inquilino poderá receber parte do valor de volta ou terá que arcar com os custos e despesas que ultrapassarem o valor do título.

  • cezar figueiredo

    Questão: inquilino não paga os alugueis. Não desocupa o imóvel. Ação de despejo se arrasta na justiça. Saldo devedor supera o valor do Tit de Cap. O proprietário pode pedir o resgate do Tit Cap direto na Empresa emitente do Tit , sem esperar a decisão judicial ??

  • Anderson Ojope

    Que bom que consegui te ajudar! 🙂

  • Marcos

    Anderson, Boa noite e obrigado pelo pronto retorno foi de grande valia. forte Abraço

  • Anderson Ojope

    Olá Marcos!

    Tem essa assistência jurídica sim, mas ela é para o proprietário e para os casos onde é preciso executar uma ação de despejo.

    O que a principais empresas de capitalização fazem é colocar um valor mínimo para ter direito a esse assistência jurídica. O proprietário só terá esse benefícios se a garantia exigida e contratada pelo inquilino tiver sido de igual ou superior a 6 vezes o valor do aluguel.

  • Marcos

    Anderson , Boa tarde.
    No caso do titulo de capitalização alegem das garantias financeiras , alguns oferecem cobertura advocaticias para ambos os lados locador e locatario, procede ou é algum produto adicional ao titulo de capitalização?

  • Anderson Ojope

    Olá Marcos!

    Pode sim! Inclusive isso é formalizado em contrato. No final, com o fim da locação, quem terá direito ao resgate será a pessoa que realmente pagou pelo título de capitalização.

  • Marcos

    O problema é quando o locatário não tem uma poupança para fazer o título de capitalização. Neste caso, pergunto, outra pessoa pode fazer o titulo de capitalização para garantir o aluguel?

  • Anderson Ojope

    Olá Juliana!

    Obrigado pelo feedback! 🙂

  • Juliana Rakoza

    Anderson, você não tem idéia o quanto me ajudou!!! Estava desesperada depois que o fiador deu pra traz e realmente vale muito mais a pena o título de captalização, ainda mais quando o valor do imóvel é alto… seguro fiança nunca mais mesmo!!!!!

  • Anderson Ojope

    Olá Silvia!

    Sim, é possível solicitar o resgate se comprovada a inadimplência ou quebra de contrato. Esse prazo de dois aluguéis vencidos e não pagos é o que as empresas de capitalização recomendam.

    O valor sempre deverá ser o valor total do título de capitalização. Acontece que algumas vezes o inquilino contrata vários títulos de capitalização que somados totalizam o valor da garantia exigida. Nesse caso, você poderá solicitar o resgate um a um ou todos de uma única vez.

    O resgate não impede uma ação de despejo. Imediatamente após o resgate, você já pode e deve acionar a justiça caso o inquilino não tenha intenção de entregar o imóvel.

    Agora, se o valor total dos aluguéis vencidos (incluindo taxas, multas, juros, custas judiciais, reparos, etc) ficar abaixo do valor resgatado, você deverá devolver ao inquilino a diferença, seja por meio um acordo judicial ou não.

  • Anderson Ojope

    Olá José!

    Você realmente vai precisar de uma autorização por escrito do proprietário para solicitar o resgate do título de capitalização. Caso se trate de um único título, não há como resgatá-lo parcialmente, somente o valor total.

    Uma vez resgatado o título de capitalização, o contrato não terá mais uma garantia, a não ser que você apresente um fiador, depósito caução ou seguro fiança. Desde que o proprietário esteja ciente e se sinta confortável com essa situação, acredito que não há problemas.

  • Silvia Beatriz Gomes

    boa tarde, no caso de nao pagamento por dois meses consecutivos, como entendi, é possivel a solicitação do resgate do titulo, certo? O resgate è do valor total ou do valor inadimplente? Esse resgate impede uma ação de despejo? Exemplo: A pessoa não vai pagar mais, e eu ja resgatei o titulo que cobriria os alugueis por 6 meses. Depois disso ela deve deixar o imóvel ou temos que acionar a justiça? desde ja agradeço a resposta

  • Jose Lintz

    Boa noite Anderson, TD jóia?
    Sou inquilino e já estou a 5 meses no imóvel e já fiz o título de capitalização quando entrei. Minha dúvida é a seguinte estou precisando de um dinheiro extra para resolver umas pendências e estava pensando em pegar o dinheiro do título de capitalização, eu como inquilino posso conversar com o proprietário e pedir autorização a ele para resgatar o título de capitalização? Se ele autorizar isso influencia em algo no aluguel?
    Por exemplo fazendo isso irei continuar no imóvel porém não haverá mais calção nem nada apenas a confiança de pagar todo mês certo, ou se eu retirar o dinheiro eu tenho que sair do imóvel? Pois a ideia não é sair do imóvel.

  • Anderson Ojope

    Olá Márcia!

    Isso varia de empresa para empresa, mas em geral o valor sorteado corresponde a “X” vezes o valor do título contratada e você participa de 1 sorteio mensal.

    As informações precisas em relação aos sorteios você encontra nas Condições Gerais (Contrato) do Título de Capitalização que você contratou (impressa ou no site da empresa) ou ligando diretamente no SAC.

  • Myllena Rodrigues

    O pagamento é feito via boleto diretamente do CNPJ da empresa que contratou ou pode ser dividido em partes ( pelas empresas filiais) ?

    • Quem paga deverá constar no contrato de locação que será apresentado na Porto Seguro ?

  • marcia

    Olá,Anderson fiz o pagamento do boleto de um aluguel que estou iniciando agora.
    entendi tudo,porque procurei me informar de várias formas,eu só não acho a resposta
    de como acontece o sorteio,isso não consegui informação,vc pode me ajudar?

  • Anderson Ojope

    Olá Mônica!

    Quando o contrato tem início no meio do mês, normalmente as contas que incidem sobre o imóvel e até mesmo o aluguel são cobrados de forma proporcional.

    Com relação a procuração, basicamente, ela autoriza o proprietário ou seu representante a solicitar o resgate em caso de inadimplência ou caso haja algum descumprimento do contrato da sua parte. Ela deve está entre os documentos que você recebeu e que deve enviar de volta para o proprietário.

  • Anderson Ojope

    Olá Raquel!

    O prazo para desistência é o do CDC – Código de Defesa do Consumidor, ou seja, até 7 dias após a compra você pode desistir da mesma e ter restituído de forma integral o valor pago.

    Se já tiver passado esse prazo, cabe uma negociação com a empresa de capitalização, considerando que o contrato nem chegou a ser assinado.

  • mon ziza

    Bom dia Anderson, parabéns pelo seu blog! Muito esclarecedor!
    Pretendo alugar um imóvel e como inquilina e tenho dúvidas sobre alguns pontos:
    – Quanto ao início do contrato, ele valerá com a entrega efetiva das chaves. Neste caso haverá o pagamento proporcional ao mês civil, que é de trinta dias para o aluguel e para o condomínio, que é a vencer? (No caso do contrato ser fechado no meio do mês). Só se dará após a capitalização?
    – O proprietário me mandou este texto: “Devolver digitalizado após o reconhecimento da firma: Proposta, Contrato de locação e procuração” . Minha dúvida é? Que procuração é essa? Nesta modalidade tenho que dar procuração para alguém? Quando eu o interpelei ele me deu o contato da seguradora, ou seja, não me respondeu.
    Agradeço muito se puder me ajudar.
    Abraços,
    Mônica

  • Raquel

    Olá. Pagamos o boleto e antes de assinar o contrato do aluguel, queremos desistir de alugar. Qual o procedimento agora?

  • Anderson Ojope

    Oi Amanda!

    Seguem as respostas para as suas perguntas:

    Para eventual inadimplência, posso solicitar o saque do título sem uma
    ação judicial?
    R: Sim. Independentemente de interpelação judicial ou extrajudicial.

    Quais os requisitos para este saque? Qual documento
    preciso ter? Como funcionaria?
    R: É indicado solicitar o resgate tão logo o inquilino complete dois alugueis em aberto. Normalmente, a empresa de capitalização solicita alguns dias para tentar negociar o pagamento junto ao inquilino, não sendo possível, ela prossegue com a liberação do valor. O contrato de locação acompanhado dos boletos vencidos é o que os principais empresas exigem, mas isso pode variar.

    As principais empresas de capitalização oferecem assessoria jurídica (para a ação de despejo) se contratada um garantia de mínima de 6 vezes o valor do aluguel. Se você não estiver sendo assessorada por um administrador ou advogado, pode ser interessante seguir essa sugestão.

    Espero ter esclarecido suas dúvidas.

    Sucesso na locação do seu imóvel.

    Grande abraço!

  • Amanda Campagnone

    Oi Anderson, tudo bem? Eu sou proprietária e estou cogitando permitir que o novo inquilino utilize o título de capitalização como garantia. Para eventual inadimplência, posso solicitar o saque do título sem uma ação judicial? quais os requisitos para este saque? qual documento preciso ter? como funcionaria? obrigada, amanda

  • Anderson Ojope

    Esse o nosso objetivo! Bom saber que estamos no caminho certo. 🙂

    Nas Condições Gerais não constam mesmo essa informação. Mas no Contratação de Locação, deverá constar uma cláusula obrigatória referente a GARANTIA que a própria empresa de capitalização fornece.

    Segue um dos modelos utilizados pela Porto Seguro, por exemplo:

    Para garantir as obrigações assumidas neste contrato, o(a) LOCATÁRIO(a), por ser
    de seu interesse, dá neste ato, em Caução ao(à) LOCADOR(A), o(s) Título(s) de
    Capitalização no valor nominal de R$ 0,00, subscrito(s) pela
    Porto Seguro Capitalização S.A., representado pela proposta/formulário
    n.º 0000000-0.

    Ao término do prazo de vigência do(s) Título(s), autorizo a Porto Seguro
    Capitalização S.A., a REAPLICAR o valor de resgate, sempre em meu nome, dando
    origem a um novo Título com as mesmas Condições Gerais do Título inicialmente
    adquirido, sendo que este permanecerá como caução à locação supra referida até a
    efetiva desocupação do imóvel e entrega das chaves.

    O locatário se responsabiliza em comunicar qualquer alteração cadastral ou então
    se manifestar contrariamente à reaplicação do título, com no mínimo 15 (quinze)
    dias de antecedência da data do vencimento do título.

    Ao término do prazo de locação, desde que cumpridas pelo(a) LOCATÁRIO(A) todas
    as obrigações decorrentes deste contrato, inclusive, a desocupação do imóvel e
    entrega das chaves sem a existência de qualquer débito, será liberado junto à
    Porto Seguro Capitalização S.A. a caução do(s) Título(s), apresentado(s). Para
    tanto, deverá ser apresentado documento rescisório da locação firmado pelos(as)
    LOCADOR(A) e LOCATÁRIO(A), com o reconhecimento de firma das assinaturas,
    bem como outros documentos requeridos pela Sociedade de Capitalização.

    Se o(a) LOCATÁRIO(A) não observar quaisquer das cláusulas do presente contrato,
    fica, desde já, o(a) LOCADOR(A) autorizado a resgatar o(s) Título(s)
    caucionado(s), a qualquer momento, mesmo antes do prazo final de capitalização,
    inclusive com a correção devida, independentemente de interpelação judicial ou
    extrajudicial, a fim de que o valor do resgate quite eventual importância que lhe
    seja devida em razão de débitos oriundos deste contrato, respeitando os termos
    descritos nas condições gerais do título de capitalização.

    Se por acaso o(a) LOCATÁRIO(A) contestar o valor apresentado e ajuizar a
    competente ação cautelar de prestação de contas, correrão por conta do(a)
    mesmo(a) todas as despesas consequentes, inclusive custas e honorários
    advocatícios.

    xxx

  • Lucas Martins

    Obrigado pelas explicações, otimo!
    A única questão que ainda não ficou muito amarrada para mim são as condições em que o proprietário pode solicitar o resgate. Aí em cima você diz ser quando o inquilino descumpre as cláusulas do contrato e o proprietário tem que provar que isso ocorreu. O problema é que isso não está escrito em lugar nenhum quando eu leio as condições gerais da Sul América por exemplo.
    Lá não diz isso que o proprietário só vai poder resgatar se descumprir as cláusulas, etc.
    Eu sei do senso comum que funciona assim, mas onde isso está escrito por parte das seguradoras???

    Se puder ajudar com essa informação serei muito grato.

  • Anderson Ojope

    Olá!

    Os que consideram a TR, sim. Levam em conta o acumulado dos últimos 12 meses. Só que
    no caso específico da previdência, o rendimento é referente ao fundo de investimento escolhido e não da TR.

  • Negócios online “Azenate”

    Olá,
    O resgate da Previdência Seguro e Título de capitalização​ e poupança é o mesmo processo nos cálculos de rendimentos do TR ?

  • Anderson Ojope

    Vamos por partes:

    Com relação ao resgate: O título de capitalização para aluguel, assim como
    qualquer outro, tem uma vigência. Nessa modalidade, 12 ou 15 meses,
    normalmente. Ele vai ser reaplicado automaticamente por igual período até o fim
    do contrato de locação. Quando o contrato de locação se encerra, seja no
    aniversário ou não do título de capitalização e independente do motivo, você
    pode solicitar o resgate. Caso isso aconteça antes do final da vigência (do
    título), o valor a ser resgatado obedecerá a uma tabela que normalmente varia
    entre 88% no início até 100% da reserva de capitalização no final da vigência
    nos títulos de capitalização de 12 meses, por exemplo.

    Com relação a liberação: Seja qual for a garantia do contrato, a imobiliária ou
    o proprietário só a faz na entrega das chaves do imóvel e quando todas as suas
    obrigações enquanto inquilino são sido cumpridas (conforme contrato): pintura,
    nenhum dano no imóvel, etc. Não é uma questão do inquilino não querer, mas a
    empresa de capitalização só permite o resgate com uma carta assinada pelo
    proprietário/imobiliária informando da entrega das chaves.

    Com relação a sair do imóvel antes, é uma questão de negociação. Pode acontecer
    de você não querer pagar a multa rescisória. Nesse caso, desde que previsto em
    contrato, o proprietário poderá solicitar o resgate e reter o valor devido.

  • Tiago

    Obrigado pelo retorno. Deixa eu ver se entendi, se eu sair do imóvel antes do término do contrato, eu tenho que esperar decorrer todo o tempo que ainda falta para recuperar o dinheiro da capitalização… Isso mesmo?

  • Anderson Ojope

    Olá, Tiago!

    Sim. Essa é justamente uma das principais vantagens para o inquilino. Após o encerramento do contrato de locação e liberação da garantia por parte da imobiliária ou proprietário, você pode solicitar o resgate sem problemas.

    Tem um tópico no artigo que eu explico em detalhes as regras, condições e o valor que você irá receber. Dá uma olhada e qualquer dúvida pergunta aqui.

    Abraços!

  • Pedro Dias

    Muito obrigado mesmo. Que Deus te abençoe.

  • Anderson Ojope

    Olá, Pedro!

    O título de capitalização para aluguel pode ser contratado tanto por pessoa física como por jurídica (empresas). Não há qualquer restrição quanto a isso. Da mesma forma, ele pode ser utilizado em qualquer tipo de locação: residencial, não residencial, comercial, etc.

  • Tiago

    Olá, muito boa explicação!
    Me tira Uma dúvida por favor: Eu sei que se precisar sair do imóvel antes do término do contrato eu tenho que pagar a multa proporcional aos meses q faltam, e o dinheiro do título da capitalizaçao, eu o recupero?
    Obg

  • Pedro Dias

    Olá, meu mai está querendo alugar um imóvel comercial, sendo que o contrato de locação está em nome de pessoa jurídica, queria saber se o inquilino também deve ser de pessoa jurídica para solicitar o título de capitalização? . Tipo se o título de capitalização só serve para pessoa física? Desculpe, sou leigo no assunto.

  • Anderson Ojope

    Olá Guilherme!

    O depósito é mesmo uma opção simples e prática.

    Mas atenção, de acordo com a Lei 8.245/91, para a caução em dinheiro, só é permitida exigência do valor de até 3 alugueis como garantia.

    Em algumas situações, esse valor de 3 aluguéis pode não não ser o suficiente, até mesmo para dar início a uma ação de despejo. Em outros casos, onde o proprietário tem o aluguel como uma renda extra e depende do valor para pagar as suas próprias contas, levando em conta o tempo que ele pode ficar sem receber o valor em caso de inadimplências, a caução em dinheiro pode não ser uma boa opção.

    O que você acha?

  • Guilherme Moreira

    Olá. Ao invés de utilizar título de capitalização como garantia, normalmente uso o depósito numa conta poupança em meu nome, no caso sou o proprietário, e cobro cerca de 3 ou 4 vezes o valor do aluguel, tudo descrito em contrato. Ao término do aluguel, estando tudo em ordem, devolvo o valor corrigido pela poupança. Assim, fica mais vantajoso para o locador e o locatário e evita que paguemos taxas ao banco.

  • Anderson Ojope

    Olá Anderson!

    Sim. Tem casos em que você não receberá os 100%…

    Vamos lá! A primeira coisa que você precisa saber é que esses “100%” não correspondem ao valor total que você pagou para contratar o título de capitalização, mas sim ao valor destinado a “reserva de capitalização”.

    Como explico no artigo, o valor pago é divido em três. Entenda…

    “A primeira e maior parte é a reserva de capitalização. A segunda parte é destinada aos sorteios e premiações. E a terceira e última parte, é para cobrir as despesas de administração, operação e comercialização da empresa de capitalização.”

    Logo, o valor da reserva de capitalização não será igual ao valor pago pelo título de capitalização, certo?

    Para que você tenha uma ideia, “verificamos os percentuais destinados a reserva de capitalização na SulAmérica e na Porto Seguro, que foram as duas empresas que citamos acima: 94,191% no título de 12 meses e 92,791% no de 15 meses.”

    Ainda assim, você pode considerar que, “apesar do pouco rendimento dos títulos de capitalização, no final de 12 ou 15 meses, você poderá ter recuperado o valor descontado e chegado aos 100% do valor que desembolsou.”

    Outra coisa…

    Caso o resgate seja feito antes do término da vigência do título, você ou o proprietário não receberá os 100% da reserva de capitalização.

    O valor a ser resgatado obedecerá a uma tabela que normalmente varia entre 88% no início até 100% da reserva de capitalização no final da vigência nos títulos de capitalização de 12 meses, por exemplo.

    Esse “desconto” é uma penalidade por resgatar antes do prazo e faz parte da regra de qualquer título de capitalização.

    Espero ter esclarecido as suas dúvidas.

    De qualquer forma, fico à disposição.

    Abs!

  • Anderson Gravatti

    Boa tarde Anderson
    Uma dúvida, todos os lugares sempre dizem até 100% de resgate, posso não receber os 100% mesmo cumprindo todas as minhas obrigações?

  • Anderson Ojope

    Que bom que consegui te ajudar!

    Espero que dê tudo certo na locação do imóvel e sucesso nessa nova etapa.

    Grande abraço!

  • Luciana BR

    Nossa, Anderson, você não pode imaginar o quanto me ajudou! Tive uma consultoria de graça da sua parte, essa ajuda vale ouro. Não sei como agradecer. Me esclareceu tudo e mais um pouco. E pode ter a certeza de que seguirei suas recomendações, pois são as corretas. Por tudo, deixo aqui meus agradecimentos eternos. Mas, retorno para lhe dizer se tudo foi acertado ou para dizer que não teve contrato. Mais uma vez lhe agradeço. Um grande abraço e uma boa noite, apesar do incômodo das minhas mensagens em pleno feriado para quem está no Rio!!!

  • Anderson Ojope

    Uma administradora precisa administrar o seu imóvel igual ou até melhor
    do que você faria, por isso seria importante buscar uma administradora
    de confiança ou por indicação, ainda mais que você não estará “por
    perto”.

    Além do contrato de locação, normalmente as administradoras fazem um
    contrato com o locador, onde se definem as responsabilidades de cada uma
    das partes. Como você ainda não conhece muito bem a sua administradora,
    essa seria uma forma de ter uma garantia adicional.

    A questão do uso comercial/residencial pode ter sido sim somente um equívoco, por isso é importante ler o contrato de locação previamente e você está procedendo da forma correta.

    Se existe um número de proposta, como você comentou, o boleto já foi emitido. Neste caso, a demora pode ser por parte da imobiliária (falta de agilidade mesmo) ou do inquilino, que ainda não efetuou o pagamento. Procura esclarecer o motivo…

    É bom ficar atento também se no Contrato de Locação consta a Cláusula do Título de Capitalização. Nela constam, entre outras coisas, que o Título de Capitalização será a garantia da contrato e informa o número da proposta/certificado e o valor.

    Você pode precisar futuramente, então é aconselhável guardar uma cópia da proposta (e posterior certificado) do título de capitalização com a comprovação do pagamento do boleto.

    Fico feliz em poder ajudar! 🙂

  • Luciana BR

    Em primeiro lugar, quero agradecer pelo retorno tão imediato, eu não esperava. Muito obrigada. Você não tem noção, o quanto me ajudou!!! E farei exatamente como você sugeriu, dentro do ideal e do correto. A confiança só adquirimos com o tempo, então por se tratar de uma administradora bem pequena e desconhecida até então, vou dar preferência em aguardar a emissão do título de capitalização que deverá ser realizado pela SulAmérica conforme o acordado. Pois ontem mesmo, cobrei a administradora que me enviasse o contrato via email para que eu pudesse ler com calma, para posteriormente assinar. Entretanto, eles disseram que o locatário havia levado o contrato para assinar. Eu, particularmente, não fiquei muito confortável, porque entendo que antes do locatário assinar um contrato, o locador, eu no caso, já deveria ter pelo menos lido para dar aceite nas cláusulas que constam nesse contrato. Mas não, eles entregaram o contrato ao locatário. Mas, de qualquer forma, solicitei a cópia exata via email, e quando recebi, percebi que o contrato tinha como finalidade COMERCIAL. E meu imóvel é residencial. Diante disso, me senti menos confortável ainda. E fiz a observação pelo WhatsApp. Pediram desculpas, mas garantiram que o contrato entregue ao locatário consta finalidade residencial, e que se eu recebi este, foi porque eles haviam se enganado e corrigido, porém no momento do envio para o meu email, anexaram o arquivo errado. Anderson, talvez você consiga analisar e chegar ou não a mesma conclusão que a minha. Veja bem:

    A administradora está ciente de que estou alugando meu imóvel porque estou mudando de estado, do Rio para São Paulo. Portanto, não tenho muito mais tempo disponível no Rio, já tenho inclusive vôo marcado para o dia 26/01 e gostaria de viajar com tudo concluído. Porém, a administradora pensa que meu vôo será no dia 24 terça-feira. E não sabe que ficarei até o dia 26. Enfim, tirei minhas conclusões, e creio que esteja havendo uma certa morosidade em questão do pagamento desse título que já deveria ter sido pago antes da assinatura do contrato por ambas as partes. Difícil. Tudo o que eu tenho no contrato que li, ainda com finalidade comercial, é o número de uma proposta do título, e mais nada. Estou numa situação delicada?

  • Anderson Ojope

    Oi Luciana!

    O ideal é que você só assine a contratação de locação mediante a comprovação do pagamento do boleto. Somente quando pagamento tiver sido realizado e o título de capitalização emitido (o que acontece em poucos dias) é que você estará garantida.

    Agora, se você confia no trabalho da administradora e sabe que ela não entregará as chaves ao novo inquilino antes dele realizar o pagamento, não vejo mal em assinar.

    Espero ter esclarecido a sua dúvida. De qualquer forma, fico à disposição.

  • Luciana BR

    Excelente Anderson. Tenho uma dúvida, sou proprietária e estou alugando meu apartamento através de uma administradora. Assino o contrato antes do locatário executar o pagamento a vista da Capitalização, ou assino somente após comprovado o pagamento e me comunicado pela Seguradora SulAmerica? Já busquei ajuda para essa dúvida, mas não consigo encontrar. A administradora está solicitando que eu assine o contrato, mas quando pergunto se a Capitalização já está paga e exijo um comprovante, a mesma diz que está em andamento e que eu não preciso me preocupar. Só tive acesso ao número da proposta, e mais nada. Pode me ajudar nessa dúvida, por favor???? Muito obrigada

  • Anderson Ojope

    Nesse caso o atraso é da imobiliária então.

    É bastante simples, basta enviar uma carta onde você solicita o resgate, juntamente com um documento onde a imobiliária ou o proprietário informa a liberação o título de capitalização e que você cumpriu com todas as suas obrigações enquanto inquilino.

    Para agilizar e confirmar essas informações, basta você mesmo entrar em contato com a BrasilCap e verificar quais os documentos, além onde e como você pode enviá-los (normalmente é por e-mail mesmo).

  • Wilson Reis

    Sim, e sobre um resgate de título para locação de imóvel, deixei o imóvel à 45 dias, e até o momento a Imobiliária não fez o envio dá documentação para a BrasilCap, tem alguma forma que eu posso fazer para acelerar o processo ?

  • Anderson Ojope

    Olá Wilson, boa noite!

    Se você estiver se referindo a um resgate de Título de Capitalização para Aluguel, o prazo vai variar de acordo com a empresa de capitalização, mas normalmente não mais que 15 dias úteis após o envio dos documentos.

  • Wilson Reis

    Boa noite, gostaria de saber qual o prazo que a imobiliária juntamente com a seguradora tem para fazer o reembolso do seguro, após eu solicitar a rescisão do contrato?

  • Anderson Ojope

    Olá Emmanuel!

    Pelo que entendi, o título de capitalização que contratado é de 12 meses, já tinham passado alguns meses do aniversário do título quando você informou que queria sair do imóvel e a multa por rescisão contratual foi paga à parte.

    Como todo título de capitalização, o de aluguel também penaliza quem solicita o resgate antes do final da vigência.

    Esses descontos acontecem de acordo com uma tabela de resgate que consta nas cláusulas contratuais. Normalmente, os percentuais de resgate começam com algo em torno de 88% no início da vigência, chegando a 100% do valor da reserva de capitalização ao final.

    No seu caso, no dia 22/09/2016, o título foi reaplicado (isso acontece automaticamente até o
    final do contrato de locação) e essa tabela começou a contar do início novamente.

    O que você poderia ter feito é, já com a intenção de sair do imóvel, ter solicitado a não reaplicação do título. Só que, para que você tivesse direito a 100% do valor da reserva de capitalização hoje, isso teria que ter sido feito antes do aniversário do título (22/09/2016) .

    Respondendo as suas perguntas:

    1) Por que o valor após um ano é inferior ao valor aplicado?

    Por conta do resgate está sendo solicitado antes do final da vigência do título (aniversário).

    Verifica no contrato do título de capitalização ou com a SulAmérica qual é o percentual de resgate correspondente ao 3º mês (é o momento em que você está). Deve ser algo em torno de 90%.

    Outra coisa, o valor da reserva de capitalização não corresponde a 100% do valor que você pagou. Em geral, no título de 12 meses, corresponde a 94% do valor pago, o restante fica para os custos administrativos e de comercialização.

    Apesar disso, se fizer uma conta simples, com a atualização do valor título, no final de 12 meses, você recupera esse valor descontado no início ainda com um pequeno ganho.

    2) Se eu exigir em juízo a devolução do valor integral aplicado perderei a ação?

    É provável que sim, pois os descontos estão previstos em contrato e fazem parte de todo e qualquer título de capitalização.

    PS: Se for alugar um novo imóvel, o proprietário/imobiliária aceitando esse tipo de garantia, verifica com a SulAmérica ou o corretor de seguros se não é possível utilizar o mesmo título. Assim, você não perde nenhum valor.

    Espero ter esclarecido, mas se ainda ficou alguma dúvida, estou à disposição.

    Abraços!

  • Emmanuel Britto

    Olá?
    Por gentileza, me esclareçam.
    Fiz um título de capitalização para garantia de aluguel pela Sul America no valor de R$18.000,00, para garantia de aluguel, em 22 de setembro de 2015.
    Agora, em dezembro de 2016, resolvi que não mais ficaria no imóvel.
    Entendi que deveri pagar a multa por sair antes do final dos 30 meses.
    O apartamento foi entregue.
    Na hora de receber a restituição do valor que apliquei, eles estão me dizendo que, se eu resgatar agora, só receberei R$ 16.608,33 e que, se eu esperar até 29/07/2017 o valor que terei a receber será de R$ 18.357,09, isto porque o valor foi reaplicado após 12 meses.
    Minhas perguntas:
    1) Por que o valor após um ano é inferior ao valor aplicado?
    2) Se eu exigir em juízo a devolução do valor integral aplicado perderei a ação?

  • Anderson Ojope

    Oi Milton! Sim, sem dúvida, desde que você disponha do valor de garantia negociado. Caso ainda seja exigida alguma comprovação de renda por parte do proprietário ou imobiliária, como você pode comprovar patrimônio, isso não será um empecilho.

  • Milton Berger

    Oi Anderson, no meu caso eu sou um ex-executivo, agora aposentado, com uma renda comprovada (INSS) muito pequena para servir de base para um aluguel de algo em torno de R$ 5 mil que pretendo contratar. Para agravar a situação, eu no momento resido no exterior, e portanto, sem endereço e sem declaração de imposto de renda no Brasil. Estou planejando retornar agora e gostaria de alugar um apartamento no Rio de Janeiro. Para compensar, eu tenho um patrimônio muito bom que cobre em mais de cem vezes o valor do aluguel. Você acha que nas minhas condições, o título de capitalização resolveria todos os empecilhos?

  • Anderson Ojope

    Por nada, Vítor!

    Agradeço a confiança e desejo o mesmo para você!

    Abraço!

  • vitor

    Entendi Anderson, muito obrigado pela explicação e por sua atenção.
    Que Deus te abençoe e sucesso no trabalho.

  • Anderson Ojope

    O título de capitalização, apesar de estar inserido no mercado de seguros, não é um seguro, trata-se de outra modalidade.

    O seguro que existe para locação é o Seguro Fiança Locatícia. Nele, o inquilino custeia o seguro e se ficar inadimplente, o proprietário pode acionar a seguradora, que pagará até uma determinada quantidade de aluguéis, além das custas judiciais, recebendo o direito de fazer a cobrança ao inquilino. (mais informações nesse outro artigo: http://seguroseprevidencia.com/seguro-fianca-locaticia/)

    Algumas vantagens do título de capitalização são:

    – É possível exigir um valor maior que 3 aluguéis, o que não é permitido com a caução em dinheiro. Normalmente, as imobiliárias que trabalham com capitalização exigem uma garantia igual ou superior a 6x o valor do aluguel, o que lhes dá o direito (na maioria das empresas de capitalização) a utilizar gratuitamente uma assistência jurídica, se for necessário dar entrada com uma ação de despejo.

    – As empresas de capitalização não exigem qualquer tipo de comprovação de renda para emissão do título, o que minimiza a burocracia na locação.

    – Com a capitalização, ambas as partes ficam protegidas: o inquilino sabe que poderá resgatar o valor ao final do contrato e utilizar da forma que lhe convier, e o proprietário, sabe que contará com o valor total em caso de inadimplência, valor este superior aos 3 meses de aluguel.

    De uma forma ou de outra, o inquilino precisará arcar com os aluguéis atrasados…

  • vitor

    Sim, mas se o inquilino parar de pagar o aluguel, existe algum tipo de seguro envolvido? porque hoje, pegamos 3 valores de alugueis e entregamos diretamente ao proprietário, não entendi qual a vantagem de entregar ao banco, no formato de Titulo de Capitalização se não houver o seguro referente ao aluguel, existe o seguro?

  • Anderson Ojope

    Olá, Vitor!

    Se utilizado o título de capitalização, que é uma das modalidades de garantia locatícia que estão previstas na Lei do Inquilinato, não será necessário apresentar outro tipo de caução, seja depósito em dinheiro, fiador, imóveis, etc.

    O pagamento referente a capitalização é feito diretamente a empresa que emitirá o título (Porto Seguro, SulAmérica, Mapfre, por exemplo), normalmente por meio de boleto. Lembrando que o valor da garantia é negociado entre Inquilino X Proprietário X Imobiliária.

    Ao final contrato de locação, caso você cumpra com todas as suas obrigações enquanto inquilino, poderá o resgatar até 100% da reserva de capitalização. Ao contrário, se durante a vigência do contrato você ficar inadimplente, é o proprietário que poderá solicitar o resgate.

    Espero ter esclarecido. Qualquer dúvida, ficou à disposição. 😉

    Sucesso na locação do novo imóvel!

    Abraço!

  • vitor

    minha dúvida é o seguinte: em um aluguel de 1.000,00, o inquilino precisa depositar o valor do título de capitalização + a caução? quem recebe a caução, o proprietário ou o banco?

  • Anderson Ojope

    Olá, Valeria!

    Para a contratação do Título de Capitalização para Aluguel serão solicitados apenas informações cadastrais do proprietário, inquilino e imobiliária.

    Quem pode fazer exigência ou não de algum documento, inclusive do comprovante de endereço, é o proprietário ou a imobiliária.

    Mas acredito que não ter o comprovante de endereço no seu nome não é impedimento para você alugar um imóvel, desde que esclareça o motivo.

    Espero ter respondido a sua dúvida. Qualquer coisa estou à disposição.

    Abraços!

  • Valeria

    Boa tarde Anderson, qual a documentação exigida para contratar o título de capitalização para aluguel? Não tenho comprovante de endereço em meu nome. Obrigada.

  • Anderson Ojope

    Obrigado, Carlos!

    É isso aí! Se comparado com o seguro fiança locatícia, ele é muito mais vantajoso no que diz respeito a não perder dinheiro.

    Abração!

  • Carlos Augusto

    Parabéns pelo blog Anderson!!!

    Sem dúvida, a capitalização é a melhor opção pra quem não quer perder dinheiro. Seguro fiança nunca mais!!!

    Abs!

  • Anderson Ojope

    Por nada, Paula! Eu é que agradeço a confiança.

    Continua seguindo a gente no blog e nas redes sociais!

    Um abraço!

  • Paula Andrade

    Muito obrigada pela atenção, ajudou muito! Parabéns pela boa vontade e gentileza.

  • Anderson Ojope

    Olá, Paula!

    Bom saber que o nosso conteúdo te ajudou. É um sinal de que estamos no caminho certo.

    No quesito correção, os títulos de capitalização funcionam da forma que você falou: TR + 0,5% ao mês, igual a remuneração da poupança.

    Um dica! Seja qual for o produto de seguro, previdência complementar ou capitalização, tenta sempre verificar o que consta nas Condições Gerais do produto, pois é ela que a seguradora terá cumprir e seguir.

    A informação que você não encontrou consta nas Condições Gerais do Garantia de Aluguel SulAmérica: http://portal.sulamericaseguros.com.br/data/pages/8A61648C4E097896014E0BDDA1404DF5.htm

    No site do Banco Central também você encontra mais informações sobre o rendimento da poupança. Dá uma olhada
    http://www4.bcb.gov.br/pec/poupanca/poupanca.asp

    Espero ter esclarecido. Qualquer dúvida é só perguntar. 😉

    Abraço!

  • Paula Andrade

    Boa noite, liguei para a Porto Seguro e fui informada de que a correção do título é TR + 0,5% ao mês. Já no caso da Sul America, só vejo no site explicando que é só TR.

    Todas funcionam da mesma forma no quesito correção, ou há diferença entre as empresas?

    Muito obrigada pelo site, ajudou muito!

Quer receber mais conteúdos interessantes como esses?

Cadastre-se para receber nossos conteúdos por e-mail!

Uma iniciativa:

© 2017 Educa Seguros | Política de Privacidade